14 de Agosto de 2022
icon instagram icon facebook icon twitter icon youtube

GOIÂNIA

17 de Junho de 2022, 16h:14 - A | A

REPÓRTERMT / PUXADA PELOS CABELOS

Mulher acusa advogado do ex-marido de agressão

A mulher relata que ao ser agredida, ninguém atendeu aos seus pedidos de socorro.

THAÍS BEMFICA
REPÓRTER MT



Um advogado de Cuiabá é acusado de agredir a ex-mulher de um cliente, puxá-la pelos cabelos e jogá-la para fora de uma casa no Lago do Manso, em Chapada dos Guimarães (67 km). A mulher relata ter sido agredida e o celular quebrado durante a discussão.

O desentendimento teria começado devido a um processo de separação entre o casal. A vítima relata que conviveu com o homem, T. L., por 4 anos, mas se separaram há cerca de 3 meses, quando o ex-marido foi embora de casa. Desde então, o casal está em processo de separação litigiosa e os bens foram bloqueados até que o inventário seja concluído e o processo finalizado.

Nessa quinta-feira (16), a mulher recebeu uma ligação dizendo que haviam pessoas em um dos imóveis. Então, decidiu ir ao local para flagrar o ex descumprindo o acordo judicial.

Ao chegar no local, ela se deparou com o advogado do ex-marido, identificado como F.H., acompanhado do ex-marido dela, amigos e mulheres. A vítima teria, então, entrado na casa para realizar filmagens do acontecido, mas foi impedida pelo advogado.

Segundo ela, o homem a agarrou pelos cabelos e empurrou para fora da casa. Ele ainda teria tomado o celular e quebrado. Ela afirma que pediu socorro, mas não recebeu ajuda de nenhuma das pessoas presentes no momento. Inclusive do ex-marido, que presenciou toda a cena.

De acordo com o boletim de ocorrência, o aparelho celular da mulher foi quebrado e algumas peças jogadas em um lago próximo à casa, pelo agressor. Diante da cena, a mulher ainda tentou pedir ajuda a vizinhos, mas ninguém abriu a porta. A ajuda veio apenas de um caseiro, que a abrigou até a chegada da Polícia Militar.

O acusado salientou que a vítima havia infringido uma ordem judicial de afastamento e negou ter quebrado o aparelho celular. De acordo com a Polícia Militar, o advogado tentou intimidar os policiais, dizendo ter contato com "um desembargador e um coronel".

O casal foi encaminhado à delegacia para prestar esclarecimentos, porém o acusado se negou, com o pretexto de que estava sob efeito de bebida alcoólica. Outros dois amigos do homem, também advogados, prestaram esclarecimentos.

A vítima pretende representar criminalmente contra o advogado e contra as pessoas que não fizeram nada diante do fato, devido às lesões corporais sofridas.

>>> Acesse este link e siga a notícia em tempo real no Instagram

Comente esta notícia


GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Av. T-4, Ed. Buena Vista Office Design - 16° andar - 1613 Goiânia - GO

(62) 3988-7592

reportermt
g5
conexao