25 de Junho de 2022
icon facebook

GOIÂNIA

23 de Setembro de 2021, 06h:28 - A | A

POLÍCIA / "OPERAÇÃO CARONTE"

Polícia prende guardas municipais acusados de matarem homem por não pagar propina

Operação Caronte, da Polícia Civil, também cumpre mandados de busca e apreensão em desfavor de 11 agentes na Capital goiana.




Uma força-tarefa da Polícia Civil de Goiás realizou, na manhã desta quinta-feira (23), a Operação Caronte, para cumprimento de mandados de prisão e busca e apreensão em desfavor de 11 guardas municipais do município.

A investigação tem como objeto o homicídio da vítima Maciel Batista de Oliveira, ocorrido no dia 27 de outubro de 2017, na Serra das Areias, em Aparecida de Goiânia.

>>> Clique aqui e receba notícias de Goiás na palma da sua mão

>>> Acesse este link e siga a notícia em tempo real no Instagram

Maciel teria sido morto após abordagem de duas viaturas da Romu (Rondas Ostensivas Municipais - Guarda Civil de Aparecida de Goiânia) a um grupo de amigos que tomava banho em córrego perto do Jardim Tiradentes. Na ocasião, duas viaturas chegaram ao local e abordaram o grupo, em busca de pessoas que tivessem alguma passagem policial.

Maciel, que tinha passagem anterior por tráfico, passou a ser alvo de questionamentos acerca de arma ou drogas, os quais negou possuir. Na sequência, os guardas teriam exigido a quantia de R$ 10 mil para liberarem Maciel. A vítima teria alegado condições de conseguir apenas R$ 2 mil. Após ser colocado em viatura, ele foi encontrado apenas no dia seguinte, com um tiro na cabeça.

Os membros da Guarda são investigados por tortura, extorsão mediante sequestro e homicídio qualificado.

Comente esta notícia


GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Av. T-4, Ed. Buena Vista Office Design - 16° andar - 1613 Goiânia - GO

(62) 3988-7592

reportermt
g5
conexao