28 de Junho de 2022
icon facebook

GOIÂNIA

15 de Outubro de 2021, 16h:53 - A | A

POLÍCIA / OPERAÇÃO SEX FRAUD

Polícia de Anápolis indicia ginecologista por 53 crimes sexuais

Médico está preso e nega os crimes; ele ainda é investigado por mais de 50 crimes sexuais contra mulheres

WELLYNGTON SOUZA
DA REDAÇÃO




A Polícia Civil de Goiás concluiu nesta sexta-feira (15) o segundo inquérito contra o médico ginecologista Nicodemos Júnior Estanislau Morais, de 41 anos. A delegacia de Anápolis indiciou o especialista pelo crime de estupro de vulnerável contra 22 mulheres, violação mediante fraude de 22 mulheres e de assédio sexual contra nove.

Além desse, a polícia também concluiu um inquérito contra Nicodemos em Abadiânia, que o indiciou por violação sexual contra outras quatro vítimas. Segundo a Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam), o indiciamento é relativo aos fatos criminosos ocorridos em Anápolis, onde o médico atendia em uma clínica.

>>> Clique aqui e receba notícias de Goiás na palma da sua mão

>>> Acesse este link e siga a notícia em tempo real no Instagram

LEIA MAIS

Polícia Civil indicia médico por abusos sexuais contra pacientes

Após diversas diligências e uma força tarefa organizada pela Polícia Civil de Goiás, que contou com trabalho de psicólogos e profissionais de saúde, foram empreendidas diversas diligências, sendo ouvidas as mais de 50 vítimas que compareceram na delegacia, bem como testemunhas e demais documentos probatórios.

O médico encontra-se preso preventivamente por meio de decisão do Tribunal de Justiça de Goiás que desconsiderou a decisão do juízo da 2ª vara criminal de Anápolis. Desta forma, o inquérito foi encaminhado para o Judiciário para as devidas providências e ao Ministério Público para possível denúncia.

LEIA MAIS

Mais de 50 mulheres denunciam ginecologista por abusos

Comente esta notícia


GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Av. T-4, Ed. Buena Vista Office Design - 16° andar - 1613 Goiânia - GO

(62) 3988-7592

reportermt
g5
conexao