16 de Agosto de 2022
icon instagram icon facebook icon twitter icon youtube

GOIÂNIA

05 de Junho de 2022, 10h:33 - A | A

POLÍCIA / INDICIADO POR FEMINICÍDIO

Namorado estrangulou e esquartejou travesti por sentir vergonha do relacionamento

Delegada explicou que os dois namoravam, mas publicamente ele não gostava de ser visto com a vítima. Ela o considerava como namorado, mas ele não.

MÁRIO ANDREAZZA
REDAÇÃO G5



Homem de 29 anos, identificado pelas iniciais G,G., indiciado pela Polícia Civil por matar brutalmente a namorada, travesti Bianca Machado Rodrigues, 33 anos, em Aparecida, cometeu o crime por ter vergonha do relacionamento amoroso que mantinha com a vítima.

Bianca foi estrangulada e depois teve o corpo esquartejado. Os restos mortais foram encontrados no último dia 25 de maio, mesma data da prisão do acusado. Ele mostrou os pontos onde escondeu as partes do corpo da vítima, sendo dentro de um sofá da própria casa e o restante enterrado em uma mata de Aparecida de Goiânia.

>>> Clique aqui e receba notícias de Goiás na palma da sua mão

>>> Acesse este link e siga a notícia em tempo real no Instagram

Em primeiro depoimento, o assassino disse que não teve causa específica, apenas que os dois bebiam juntos e que, em determinado momento, olhou para Bianca, sentiu raiva e cometeu o crime.

No decorrer das investigações, a delegada responsável pelo caso, Ana Paula Machado, descobriu que o homem tinha vergonha e, apesar de estar envolvido amorosamente com Bianca, ele não aceitava e não gostava de serem vistos juntos em público.

“Eles namoravam, mas publicamente ele não gostava de ser visto com a vítima. Ela o considerava como namorado, mas ele não. Ele contou que a matou por asfixia”, disse a delegada.

O acusado foi indiciado por feminicídio e ocultação de cadáver, e o inquérito será enviado ao Poder Judiciário, que analisará as evidências e, posteriormente, denunciará o assassino.

Leia mais

Namorado esquarteja travesti e esconde corpo debaixo do sofá de casa

Ex mata mulher com facada no peito na frente de cliente e tira própria vida

Homem atira na cabeça da namorada de 14 anos e simula assalto

Namorado esgana diarista e joga corpo em cisterna

Entenda o caso

De acordo com a ocorrência, Bianca saiu de casa na manhã de domingo (22) com destino à casa do namorado, no Jardim das Esmeraldas, no entanto, desde então não foi mais vista.

O acusado, quando questionado pela família dela sobre o desaparecimento, teria relatado que a namorada tinha saído da casa na segunda (23) de manhã, em um carro de aplicativo, para ir para o trabalho, num salão de beleza, no entanto, ela nunca chegou.

Sem respostas, familiares de Bianca começaram a dar buscas pelo paradeiro dela. Sem sucesso e respostas, procuraram a Delegacia de Polícia Civil, por meio do Grupo de Investigação de Desaparecidos (GID), e comunicaram o desaparecimento.

Durante as investigações, os policiais encontraram e prenderam o namorado da vítima, que confessou o crime e apontou os pontos onde o corpo esquartejado estava escondido, sendo no sofá de casa e na região de mata, em Aparecida.

De acordo com a polícia, o acusado não demonstra arrependimento e conta com detalhes como executou a namorada. Sobre a motivação, à época da prisão, o assassino diz que não tem causa específica, apenas que os dois bebiam juntos e que, em determinado momento, olhou para Bianca, sentiu raiva e cometeu o crime.

Exames preliminares da Polícia Técnico-Científica (PTC) apontam que Bianca foi asfixiada até a morte antes de ser esquartejada.

O assassino foi ouvido pelo delegado de plantão, autuado por crime de "feminicídio" e encaminhado ao presídio, onde foi colocado à disposição da Justiça até a conclusão do inquérito.

Comente esta notícia


GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Av. T-4, Ed. Buena Vista Office Design - 16° andar - 1613 Goiânia - GO

(62) 3988-7592

reportermt
g5
conexao