27 de Junho de 2022
icon facebook

GOIÂNIA

15 de Outubro de 2021, 13h:33 - A | A

POLÍCIA / VEJA VÍDEO

Morte de jovem atropelada pode ter sido planejada; família pede Justiça

Imagens obtidas pelos familiares mostra Daniela junto a um homem, que a teria feito cair no chão

DA REDAÇÃO




A família de Daniela Eulália de Oliveira, de 27 anos, que foi encontrada morta após ser atropelada na Avenida Mato Grosso do Sul, no Setor Perim, em Goiânia, quer respostas sobre a causa da morte da jovem.

A irmã, Dayanne Eulália, acredita que a morte tenha sido provocada e não por acidente, como está sendo investigada. Os familiares pedem que a Justiça seja feita e o culpado não fique impune.

>>> Clique aqui e receba notícias de Goiás na palma da sua mão

>>> Acesse este link e siga a notícia em tempo real no Instagram

A jovem morreu no último domingo (10), quando foi atropelada por um motorista que fugiu do local. Na certidão de óbito consta que a causa teria sido traumatismo craniano causado por atropelamento. 

Mas, imagens de câmeras de segurança obtidas pela família mostram que Daniela estava, momentos antes de sua morte, acompanhada por um homem. De acordo com os familiares, os dois tinham acabado de sair de uma distribuidora de bebidas.

Em alguns momentos, os dois parecem discutir e chegam a caminhar pela rua. Daniela, então, senta no meio fio e depois conversa com alguém que para o carro em uma esquina. Em seguida, outra câmera grava o homem segurando e arrastando a vítima pelo braço. Logo após, cai ao chão.

Enquanto Daniela está deitada no chão, um carro preto passa por cima dela. Segundo a polícia, o corpo da jovem foi encontrado sem documento de identificação, tendo a identificação confirmada apenas no Instituto Médico Legal (IML).

A delegada Maira Barcelos, titular da Delegacia Especializada em Investigação de Crimes de Trânsito (Dict), informou que trabalha também com a hipótese da morte ter sido provocada. A polícia aguarda o resultado do laudo da perícia para saber se a morte ocorreu em decorrência da queda ou do atropelamento.

Caso seja constatado que houve intenção de matar, o caso deve ser encaminhado à Delegacia de Investigação de Homicídios (DIH).

Comente esta notícia


GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Av. T-4, Ed. Buena Vista Office Design - 16° andar - 1613 Goiânia - GO

(62) 3988-7592

reportermt
g5
conexao