14 de Agosto de 2022
icon instagram icon facebook icon twitter icon youtube

GOIÂNIA

05 de Junho de 2022, 11h:18 - A | A

POLÍCIA / BRIGA POR CIÚMES EM BAR

Marido executa esposa com facada no peito, pedradas na cabeça e abandona corpo em pátio de igreja

Wilham Pires de Barros, acusado de matar brutalmente a esposa Sandra Rodrigues Nunes, em outubro de 2018, em Rio Verde, foi condenado há 16 anos de prisão pelo juiz Eduardo Pio Mascarenhas

Suely Carvalho
Redação G5



Wilham Pires de Barros, acusado de matar brutalmente a esposa Sandra Rodrigues Nunes, com uma punhalada no peito e pedradas na cabeça, no pátio de uma igreja evangélica em Rio Verde (231 km da Capital), foi condenado, nessa sexta-feira (03), há 16 anos de prisão pelo feminicídio registrado no dia 14 de outubro de 2018.

Ao proferir a sentença o juiz Eduardo Pio Mascarenhas da Silva, ressaltou que a prisão se fazia necessária para garantia da ordem pública, já que, em liberdade, poderia o sentenciado reiterar na prática delitiva.

>>> Clique aqui e receba notícias de Goiás na palma da sua mão

>>> Acesse este link e siga a notícia em tempo real no Instagram

Apesar da decisão caber recurso, a defesa avisou que não irá entrar com recurso, uma vez que "concorda com a pena imposta".

De acordo com a promotoria, Wilham e a vítima namoravam há 3 meses e estavam morando juntos. Na véspera do ocorrido, o casal estava na casa de amigos bebendo quando decidiram ir encontrar com o um filho da mulher em um local de festas.

Dançaram e consumiram mais bebida no local, porém, em determinado momento, discutiram e ele chegou a puxá-la pelo braço.

Deixaram o local e se dirigiram a um forró para encontrar outro filho da vítima.

Leia mais

Namorado esquarteja travesti e esconde corpo debaixo do sofá de casa

Ex mata mulher com facada no peito na frente de cliente e tira própria vida

Homem atira na cabeça da namorada de 14 anos e simula assalto

Namorado esgana diarista e joga corpo em cisterna

Lá continuaram bebendo e dançaram. Novamente discutiram, por causa de ciúmes do homem. Ele puxou o braço dela para ir embora, como ela se recusou, acabou agredida com um tapa.

Já tarde da noite, o homem convence a mulher a ir embora caminhando, sem avisar amigos e parentes.

No caminho, às quatro da manhã, no pátio de uma igreja, ele agride a mulher, dá uma facada no peito dela e termina de matar com diversas pedradas na cabeça.

Em seguida, abandonou o corpo na igreja, foi para casa, pegou alguns pertences e fugiu.

Comente esta notícia


GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Av. T-4, Ed. Buena Vista Office Design - 16° andar - 1613 Goiânia - GO

(62) 3988-7592

reportermt
g5
conexao