15 de Agosto de 2022
icon instagram icon facebook icon twitter icon youtube

GOIÂNIA

03 de Julho de 2022, 14h:17 - A | A

POLÍCIA / TIROS NA CABEÇA

Homem é confundido com irmão, tem casa invadida e é executado na frente da esposa e do filho

Ocorrência foi registrada na noite dessa sexta-feira (1º), em Anápolis. Testemunhas apontam que o irmão de Aparecido da Cunha seria amante da esposa de um criminoso.

MÁRIO ANDREAZZA
REDAÇÃO G5



Aparecido da Cunha Faria, 59 anos, teve a casa invadida na noite dessa sexta-feira (1º) e foi executado a tiros no quarto na frente do filho e da esposa, no bairro Jardim Tesouro, em Anápolis (55 km da Capital). Ele teria sido confundido com o irmão e assassinado por engano.

A esposa da vítima contou que estava em casa com o marido e o filho quando escutaram o barulho de uma moto. Em seguida, “um homem” pulou o muro. Os moradores se esconderam no quarto e trancaram a porta, mas o criminoso arrombou e conseguiu entrar.

>>> Clique aqui e receba notícias de Goiás na palma da sua mão

>>> Acesse este link e siga a notícia em tempo real no Instagram

O invasor atirou duas vezes contra a vítima, que morreu no local. Depois do crime, o assassino fugiu. A esposa contou que não reconheceu o atirador.

A casa isolada pela Polícia Militar (PM), que comunicou o fato à Delegacia de Investigação de Homicídios (DIH) e Polícia Técnico-Científica (PTC), responsáveis pelos procedimentos de perícia no andamento da ocorrência.

Leia mais

Vereador mata policial penal a tiros durante confusão; veja vídeo

Jovem discute por ciúmes da ex do namorado, ameaça jogar feitiço e é morta a facadas

As primeiras informações dão conta de que o alvo do assassino seria o irmão de Aparecido, que estaria em um “relacionamento” amoroso com a esposa de um criminoso da região.

Consequentemente, Aparecido teria sido confundido e executado a tiros na cabeça na frente da esposa e do filho dentro da casa da família, no lugar do irmão.

Após os trabalhos no local, o corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), onde passou por exame de necropsia antes de ser liberado para os procedimentos fúnebres junto à família.

Ainda não há informações sobre a identidade do assassino e as causas e circunstâncias do homicídio seguem em apuração.

Comente esta notícia


GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Av. T-4, Ed. Buena Vista Office Design - 16° andar - 1613 Goiânia - GO

(62) 3988-7592

reportermt
g5
conexao