19 de Agosto de 2022
icon instagram icon facebook icon twitter icon youtube

02 de Julho de 2022, 13h:52 - A | A

POLÍCIA / INFÂNCIA CORROMPIDA

Homem dá 3 dias de festa, droga crianças com cocaína e “promove” es7upr0 coletivo em Goiás

Caso foi descoberto, em Firminópolis, após uma garota de 15 anos ser internada em UTI com evidências de estupro e a polícia investigar o caso, que prendeu um rapaz de 18 anos.

MÁRIO ANDREAZZA
REDAÇÃO G5



Rapaz de 18 anos, nome não divulgado, foi preso, nessa quarta-feira (29), sob acusação de dar cocaína e bebidas alcoólicas para crianças de 11 a 13 anos e adolescentes durante festa de três dias em casa, no município de Firminópolis (119 km da Capital), onde teria acontecido, inclusive, estupro coletivo de três adolescentes que estariam bêbadas e drogadas.

De acordo com a ocorrência, uma das adolescentes, que é diabética, chegou a ficar internada após a festa que aconteceu na casa do acusado, nos dias 17, 18 e 19 de junho. Ela deu entrada, em estado grave, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional de São Luís de Montes Belos dias sem tomar a insulina e com uso intenso de álcool e cocaína.

>>> Clique aqui e receba notícias de Goiás na palma da sua mão

>>> Acesse este link e siga a notícia em tempo real no Instagram

No entanto, durante avaliação médica, foi verificado indícios de estupro e a polícia acionada.

De acordo com o delegado Tiago Junqueira, as investigações tiveram início com a internação da adolescente, quando foi apurado que ela estava nessa festa, que, além dessa menor, ainda participaram uma criança de 11 anos e duas adolescentes de 13 anos e outros adolescentes.

“A criança de 11 anos não sofreu violência sexual, mas fez uso de drogas e bebidas alcóolicas. Já as meninas de 13 anos foram vítimas de estupro sob efeito de drogas”, complementou Tiago.

Leia mais

Ao lado do marido, mulher relata à polícia suposto estupro coletivo em show de Henrique e Juliano

Avô estupra neta na frente da avó e ameaça degolar as duas

Mulher deixa marido estuprar filha de 9 anos

Segundo o delegado, a adolescente de 15 anos recebeu alta do hospital no dia 21 de junho.

A polícia ainda explicou que o jovem preso vai responder por estupro de vulnerável, por fornecer bebidas alcóolicas a menores de idade e por instigá-las ao uso de drogas.

Tiago explicou também que foram identificados outros dois adolescentes que participaram da festa e teriam estuprado as meninas, supostamente, junto com o acusado preso. No entanto, o investigador aguarda decisão judicial para fazer a apreensão dos dois, conforme o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Outro ponto que também está sendo apurado, segundo o delegado, é a conduta dos pais das quatro meninas, uma vez que durante os três dias da festa em que elas permaneceram na casa do suspeito, ele conta que não foi relatado o desaparecimento das menores.

“Os pais foram omissos e eles podem responder por estupro de vulnerável na modalidade omissiva”, acrescenta o delegado.

Caso segue em investigação.

Comente esta notícia


GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Av. T-4, Ed. Buena Vista Office Design - 16° andar - 1613 Goiânia - GO

(62) 3988-7592

reportermt
g5
conexao