07 de Agosto de 2022
icon instagram icon facebook icon twitter icon youtube

GOIÂNIA

31 de Maio de 2022, 16h:22 - A | A

POLÍCIA / COM AJUDA DA ESPOSA

Funcionário não aceita demissão e “rouba” R$ 20 mil de posto da Capital

Os Acusados foram presos nesta terça-feira (31) por força de cinco mandados judiciais, sendo dois de prisão temporária e três de busca e apreensão

MÁRIO ANDREAZZA
REDAÇÃO G5



Funcionário de um posto de combustíveis, localizado no Setor Oeste de Goiânia, e um comparsa, nomes não divulgados, foram presos nessa terça-feira (31) acusados de furtarem cerca de R$ 20 mil reais do estabelecimento. A esposa de um dos ladrões deu apoio ao crime.

Os acusados foram alvo de cinco mandados judiciais, sendo dois de prisão temporária e três de busca e apreensão em Aparecida de Goiânia e no Distrito Federal cumpridos pela 4º Delegacia de Polícia e Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Aparecida de Goiânia, com apoio da Polícia Civil do Distrito Federal.

>>> Clique aqui e receba notícias de Goiás na palma da sua mão

>>> Acesse este link e siga a notícia em tempo real no Instagram

De acordo com a ocorrência, o ainda funcionário cumpria aviso prévio no posto e estaria inconformado com a demissão, então, teria arquitetado o plano e se juntado com o “amigo” e a esposa para consumar o crime.

No dia do fato, se aproveitando do fato de ainda estar trabalhando e ter acesso às dependências do posto, o ladrão, com apoio do comparsa, conseguiu desabilitar o alarme, invadir o escritório e furtar aproximadamente R$ 20 mil.

Em seguida, correram para o carro, conduzido pela esposa, que aguardava do lado de fora e fugiram.

Leia mais

Ex-funcionário persegue delegado, registra momentos de intimidade e joga na internet

Idoso é preso por envolvimento em “esquema” que desviou milhões do SindiGoiânia

Traficantes invadem casa para cobrar dívida e deixam pai e filho baleados

O crime foi comunicado à Delegacia de Polícia, imagens das câmeras de segurança registraram o furto, identificando os acusados e, desde então, foram iniciadas as buscas.

Nesta terça-feira (31) os acusados foram localizados, presos por mandado de prisão temporária e suas casas alvos de busca e apreensão.

Em seguida, os acusados foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil, ouvidos pelo delegado de plantão, autuados por crime de “furto qualificado” e entregues no presídio de Aparecida, onde seguem presos à disposição da Justiça até a conclusão do inquérito.

Comente esta notícia


GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Av. T-4, Ed. Buena Vista Office Design - 16° andar - 1613 Goiânia - GO

(62) 3988-7592

reportermt
g5
conexao