19 de Agosto de 2022
icon instagram icon facebook icon twitter icon youtube

02 de Agosto de 2022, 18h:11 - A | A

POLÍCIA / FORA DE CONTROLE

Empresário “quebra” motel, fere PM e paga R$ 10 mil para não ficar preso

Ocorrência foi registrada na madrugada de sábado (30) num motel localizado à margem da BR-153, em Jaraguá

MÁRIO ANDREAZZA
REDAÇÃO G5



Empresário, nome não divulgado, foi preso “quebrando” um motel, à margem da BR-153, em Jaraguá (121 km da Capital), na madrugada de sábado (30), quando foi denunciado pelo proprietário do estabelecimento e ainda desacatou e agrediu policiais militares.

De acordo com a ocorrência, o acusado deu entrada no motel acompanhado de “uma pessoa”, porém, após determinado tempo no quarto, foi possível ouvir gritaria e barulho de coisas quebrando.

>>> Clique aqui e receba notícias de Goiás na palma da sua mão

>>> Acesse este link e siga a notícia em tempo real no Instagram

Nesse momento, o proprietário acionou a Polícia Militar (PM) e quando os agentes chegaram ao estabelecimento foram encaminhados ao quarto do “casal”.

Os militares foram, primeiramente, recebidos “pela pessoa” que acompanhava o empresário. Essa relatou que estava tudo bem até que o “acompanhante” ficou descontrolado, agressivo e começou a quebrar garrafas no quarto e a gritar.

Em seguida, os militares entraram no quarto e se depararam com o empresário. Esse teria ficado ainda mais nervoso com a presença dos policiais e começou a desacatar fazendo xingamentos.

“O que vocês estão fazendo aqui seus desgraçados, bando de palhaços, não sabem com quem estão se metendo, eu sou um empresário conhecido na cidade”, dizia o acusado, que recebeu imediatamente voz de prisão.

No entanto, o empresário resistiu à prisão e enfrentou os policiais, que foram obrigados a usar de força física para imobilizar e algemar o acusado. Esse ainda conseguiu ferir um dos militares.

Devido ao enfrentamento, a PM encaminhou o acusado para atendimento no Hospital Estadual de Jaraguá (HEJA), recebeu atendimento médico e, em seguida, foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil, onde foi autuado em flagrante pela quebradeira no motel e desacato aos policiais.

Foi constatado na unidade policial que o “empresário” estava “bastante alterado”, supostamente, bêbado ou alterado por qualquer outra substância química.

Ainda no sábado, o homem passou por audiência de custódia, onde o juiz arbitrou multa de R$ 10 mil de fiança, que foi paga e o acusado liberado para responder ao processo em liberdade.

Caso segue em investigação.

Comente esta notícia


GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Av. T-4, Ed. Buena Vista Office Design - 16° andar - 1613 Goiânia - GO

(62) 3988-7592

reportermt
g5
conexao