07 de Agosto de 2022
icon instagram icon facebook icon twitter icon youtube

GOIÂNIA

28 de Maio de 2022, 11h:59 - A | A

POLÍCIA / TRAGÉDIA FAMILIAR

Atirador esportivo mata filho com disparo acidental e tenta tirar a própria vida com tiro no rosto

Ocorrência foi registrada na noite dessa sexta-feira (27) dentro de casa, no Setor Formosinha, em Formosa, onde o homem ferido estava em desespero com o filho morto no colo

MÁRIO ANDREAZZA
REDAÇÃO G5



Atirador esportivo, 41 anos, nome não divulgado, matou o filho, 11, com tiro acidental enquanto manuseava a arma, no início da noite dessa sexta-feira (27), dentro de casa, no Setor Formosinha, em Formosa (281km da Capital), entrou em desespero e tentou tirar a própria vida com um tiro no rosto.

Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) atendeu à ocorrência, atestou a morte da criança e prestou atendimento de primeiros socorros ao pai, que estava com perfuração no rosto, e encaminhou ao hospital. Ele não corre risco de morte.

>>> Clique aqui e receba notícias de Goiás na palma da sua mão

>>> Acesse este link e siga a notícia em tempo real no Instagram

A Polícia Militar (PM) isolou o endereço e comunicou o fato à Delegacia de Polícia Civil e Polícia Técnico-Científica (PTC), responsáveis pelos procedimentos no andamento da ocorrência.

De acordo com as primeiras informações, vizinhos acionaram a PM após ouvirem barulho de tiro na casa. No momento em que a viatura se aproximava, os policiais escutaram outro tiro.

Ao entrarem no imóvel, os militares se depararam com o homem “em desespero” ferido à bala no rosto e com o filho morto no colo correndo de um lado para o outro afirmando que não queria mais viver.

Na casa foi encontrado ainda um “bilhete” escrito pelo homem, antes da tentativa de suicídio, onde relata que foi acidente, pede perdão e que não quer mais viver.

Leia mais

Jovem leva tiro durante faxina em casa, morre e mãe é presa

Policial militar atira e acerta nos próprios testículos

O homem foi “acalmado” pela equipe do Samu e relatou que manuseava a arma para fotografar e vender devido a dificuldades financeiras. Disse ainda que é atirador esportivo e tem quatro armas legalizadas e registradas em seu nome.

Sobre o acidente, ele informou que o filho estava próximo enquanto ele “arrumava” a arma, que disparou acidentalmente e atingiu fatalmente a criança.

O homem, em estado de choque, foi encaminhado ao hospital, onde recebeu atendimento médico e, assim que tiver alta, será encaminhado à delegacia para prestar depoimento oficial sobre o caso, até então, registrado como “tiro acidental com resultado morte”.

Caso segue em investigação.

Comente esta notícia


GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Av. T-4, Ed. Buena Vista Office Design - 16° andar - 1613 Goiânia - GO

(62) 3988-7592

reportermt
g5
conexao