30 de Junho de 2022
icon facebook

GOIÂNIA

26 de Agosto de 2021, 10h:14 - A | A

POLÍCIA / OPERAÇÃO ADSUMUS

Agiotas são presos por matar fazendeiro e ameaçar promotores e delegados

Grupo ainda extorquia credores e devedores para o pagamento dos valores emprestados

DA REDAÇÃO




Dez acusados por crimes de homicídio e coação foram presos na manhã desta quinta-feira (26), em Rio Verde. Através da Operação Adsumus, cerca de 100 policiais civis cumpriram os mandados de prisão, além de dez de busca e apreensão.

As investigações apontam que os membros da organização criminosa pegavam dinheiro com pessoas de alto poder aquisitivo e repassavam em ações de agiotagem. O grupo extorquia os credores e devedores para o pagamento dos empréstimos, chegando ainda a ameaçar promotores e delegados que apuravam os crimes. 

>>> Clique aqui e receba notícias de Goiás na palma da sua mão

>>> Acesse este link e siga a notícia em tempo real no Instagram

O assassinato de um fazendeiro à luz do dia, em 3 de setembro de 2018, teve como autoria os criminosos do grupo. O homem devia a eles cerca de R$ 700 mil.

Os presos respondem agora por homicídio doloso qualificado, associação criminosa, falsidade ideológica, fraude processual, coação no curso do processo e usura - popularmente conhecido como agiotagem, quando há cobrança abusiva de juros ou outras taxas devido a um empréstimo.

Álbum de fotos

Divulgação/PCGO

Divulgação/PCGO

Divulgação/PCGO

Divulgação/PCGO

Comente esta notícia


GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Av. T-4, Ed. Buena Vista Office Design - 16° andar - 1613 Goiânia - GO

(62) 3988-7592

reportermt
g5
conexao