19 de Agosto de 2022
icon instagram icon facebook icon twitter icon youtube

11 de Julho de 2022, 06h:55 - A | A

PODERES / DENÚNCIA DE KAJURU E VAZ

TCU aponta superfaturamento na compra de Viagra pelas Forças Armadas

Relatório está baseado nas denúncias dos parlamentares goianos, deputado federal Elias Vaz (PSB) e pelo senador Jorge Kajuru (Podemos).

REDAÇÃO G5



O Tribunal de Contas da União (TCU) confirmou que houve superfaturamento na aquisição de Viagra pelas Forças Armadas, suspeitas que motivaram a denúncia dos parlamentares goianos, deputado federal Elias Vaz (PSB) e o senador Jorge Kajuru (Podemos).

No documento, a área técnica do TCU orienta que a Corte atue para cobrar a devolução do valor indevido empenhado.

>>> Clique aqui e receba notícias de Goiás na palma da sua mão

>>> Acesse este link e siga a notícia em tempo real no Instagram

Os técnicos afirmam que o tribunal estipule um prazo de 90 dias para que o Hospital Naval Marcílio Dias, no Rio de Janeiro, adote as “medidas administrativas” pertinentes.Porém, o relatório precisa da aprovação do relator do caso no TCU, ministro Weder de Oliveira.

A denúncia

O deputado federal por Goiás, Elias Vaz (PSB), e o senador Jorge Kajuru apresentaram o requerimento pedindo que o Ministério da Defesa explicasse a compra de pelo menos 35,2 mil unidades de Viagra, entre os anos de 2020 e 2021.

A aquisição foi descoberta pelos parlamentares durante levantamento do ministério sobre compra de medicamentos para as Forças Armadas. A questão é que o medicamento não foi o único comprado pelo Governo, que chamou a atenção.

O órgão também teria feito a compra de Minoxidil e Finasterida, usado para combater a calvície masculina. Apesar de o valor ser de apenas R$ 2,1 mil empenhados entre 2018 e 2020, deputados querem saber por qual motivo foram feitas as compras desses medicamentos.

Continue lendo AQUI    

Comente esta notícia


GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Av. T-4, Ed. Buena Vista Office Design - 16° andar - 1613 Goiânia - GO

(62) 3988-7592

reportermt
g5
conexao