07 de Agosto de 2022
icon instagram icon facebook icon twitter icon youtube

GOIÂNIA

27 de Junho de 2022, 06h:45 - A | A

PODERES / SEM FORÇA POLÍTICA

Pesquisa Big Data cai como "bomba" no colo de Major Vitor Hugo

Tentado puxar votos, Vitor Hugo colar sua imagem na de Jair Bolsonaro, mas não tem sido suficiente para convencer os goianos.

RAFAEL DE SOUSA
DA EDITORA



O deputado federal Major Vitor Hugo (PL) ainda não demonstrou reação eleitoral para alavancar e mostrar a viabilidade de sua pré-candidatura ao Governo de Goiás ou, pelo menos, força para se aproximar do segundo e terceiro colocados, Marconi Perillo e Gustavo Mendanha, 19% e 18% nas intenções de voto, respectivamente, segundo pesquisa Real Time Big Data, contratada pela Record TV e divulgada na última quinta-feira (23).

Vitor Hugo tem tentado de tudo para mostrar viabilidade, inclusive, conseguiu afastar Mendanha e convencer o presidente Jair Bolsonaro (PL) a apoiá-lo publicamente. 

>>> Clique aqui e receba notícias de Goiás na palma da sua mão

>>> Acesse este link e siga a notícia em tempo real no Instagram

Tentado puxar votos, Vitor Hugo colou sua imagem a de Bolsonaro e trouxe o presidente a Goiás pelo menos três vezes apenas no primeiro semestre, com motociatas em Rio Verde, Goiânia e Jataí.

Rejeitado até no próprio partido, em referência ao PL regional, Vitor Hugo convenceu Valdemar da Costa Neto – presidente Nacional da legenda – a tomar a presidência de Flávio Canedo, marido da deputada Magda Mofatto (PL), e o “coroar” como novo presidente da legenda em Goiás. Ainda assim, Magda continua de "mãos dadas" a Mendanha.

Leia mais

Pesquisa Big Data: Caiado dispara e abre 16 pontos de vantagem de adversários

Porém, nada foi suficiente para que Vitor Hugo conseguisse pontuar melhor nas pesquisas. Ele tinha em maio, conforme a Big Data, 8% dos votos, agora tem 9%, ou seja, oscilou um por cento positivamente em 30 dias.

O pré-candidato amarga empate dentro da margem de erro, que é de três pontos percentuais para mais ou para menos, com Wolmir Amado (PT), que tem 8%.

Vitor Hugo só está à frente de pré-candidatos de partidos nanicos como Cintia Dias (PSOL) e Helga Martins (PCB), que têm 1%, e Edigar Diniz (Novo) que não pontuou.

A verdade é que o candidato de Bolsonaro tem uma bomba para desarmar e, pior, em menos de 100 dias para isso.

Cenário I

Intenção de voto estimulada para governador

  • Ronaldo Caiado (União Brasil) – 34%

  • Marconi Perillo (PSDB) – 19%

  • Gustavo Mendanha (União Brasil) – 18%

  • Major Vitor Hugo (PL) – 9%

  • Wolmir Amado (PT) – 8%

  • Cintia Dias (PSOL) – 1%

  • Helga Martins (PCB) – 1%

  • Edigar Diniz (Novo) – 0

  • Brancos e nulos – 5%

  • Não sabe/não respondeu – 5%

Cenário II

Intenção de voto estimulada para governador

  • Ronaldo Caiado (União Brasil) – 38%

  • Gustavo Mendanha (União Brasil) – 22%

  • Major Vitor Hugo (PL) – 10%

  • Wolmir Amado (PT) – 9%

  • Cintia Dias (PSOL) – 1%

  • Helga Martins (PCB) – 1%

  • Edigar Diniz (Novo) – 0

  • Brancos e nulos – 9%

  • Não sabe/não respondeu – 10%

 

Comente esta notícia


GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Av. T-4, Ed. Buena Vista Office Design - 16° andar - 1613 Goiânia - GO

(62) 3988-7592

reportermt
g5
conexao