19 de Agosto de 2022
icon instagram icon facebook icon twitter icon youtube

18 de Julho de 2022, 09h:30 - A | A

PODERES / ANÁLISE POLÍTICA

Perillo não está “morto” politicamente e usará imagem de realizador durante campanha

Para analista político, o ex-governador Marconi Perillo deve mudar o cenário na disputa pelo Palácio das Esmeraldas, pois, para o cenário eleitoral, ele é considerado peso-pesado.

RAFAEL DE SOUSA
REDAÇÃO G5



O analista político Luiz Signates, professor da Universidade Federal de Goiás (UFG) e da Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Goiás, afirma que estava enganado quem imaginou que o ex-governador Marconi Perillo (PSDB) estava “morto” politicamente e que o desgaste de imagem sofrido com processos na Justiça, atualmente arquivados, seria suficiente para inviabilizá-lo no ponto de vista eleitoral.

Perillo anunciou pré-candidatura ao Governo do Estado no último sábado (16), mesmo liderando às pesquisas para o Senado. Para Signates, o ex-governador, para o cenário eleitoral, é peso-pesado.

>>> Clique aqui e receba notícias de Goiás na palma da sua mão

>>> Acesse este link e siga a notícia em tempo real no Instagram

“Agora que assumiu a candidatura, deverá provocar alterações talvez significativas nas previsões feitas até então. É um político experimentado com imagem de realizador, que ainda não pode ser confrontada nem mesmo pelo atual governador. [Ronaldo] Caiado [União Brasil] não tem ainda o portfólio de realizações de Marconi”, avaliou.

O analista pontua ainda que, a partir de agora, a campanha de Caiado deverá se concentrar em Perillo, usando para isso o discurso de moralidade, que é o que tem caracterizado à direita no Brasil.

Arquivo Pessoal

Professor Luiz Signates.jpg

Analista prevê mudanças no cenário político goiano com chegada de Marconi na disputa ao Governo

Já a campanha do ex-governador deve lembrar o eleitor sobre obras e realizações, que é o lugar onde Perillo tem mais força.

“Devemos, então, observar, para ver qual deverá ser o foco principal do eleitor, mas é previsível que as eleições em Goiás se tornem cada vez mais polarizadas entre os dois candidatos, reservando uma imagem mais modesta para Gustavo Mendanha, a partir de agora”, explica.

Sobre o discurso moralista, Signates faz um alerta.

“Se, para as eleições estaduais, o eleitor fizer as mesmas contas que tem feito para as eleições nacionais, é de se esperar que realizadores tenham mais possibilidade de crescimento do que moralistas. Até por razões econômicas”, concluiu.  

Comente esta notícia


GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Av. T-4, Ed. Buena Vista Office Design - 16° andar - 1613 Goiânia - GO

(62) 3988-7592

reportermt
g5
conexao