11 de Agosto de 2022
icon instagram icon facebook icon twitter icon youtube

GOIÂNIA

20 de Julho de 2022, 15h:39 - A | A

PODERES / ELEIÇÕES 2022

PDT oficializa candidatura de Ciro Gomes à Presidência

NICHOLAS SHORES
MSN



O PDT confirmou por unanimidade nesta 4ª feira (20.jul.2022) a candidatura de Ciro Gomes à Presidência da República. A decisão foi em convenção na sede nacional do partido, em Brasília.

O partido realiza sua convenção no 1º dia do prazo estipulado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral). A oficialização do nome do pré-candidato, no entanto, não permite que ele possa pedir voto agora. Isso só poderá ser feito a partir de 16 de agosto, quando começa o período de propaganda eleitoral.

>>> Clique aqui e receba notícias de Goiás na palma da sua mão

>>> Acesse este link e siga a notícia em tempo real no Instagram

A escolha para a vaga de vice ficou para 5 de agosto, último dia do prazo para as convenções, para dar o maior tempo possível à tentativa de negociar a posição com outras legendas. A tendência, contudo, é de montar uma chapa pura.

Dirigentes do PDT afirmam que, nesse caso, o perfil desejado é de uma mulher com protagonismo que “transcenda” a política.

Os nomes aventados até agora são os da senadora Leila Barros, pré-candidata a governadora do Distrito Federal, e da ex-reitora da USP (Universidade de São Paulo) Suely Vilela, a princípio cotada para concorrer a deputada estadual.

Há meses o PDT conversa com o PSD de Gilberto Kassab –que anunciou recentemente neutralidade no 1º turno– e o União Brasil de Luciano Bivar, sem resultado.

Ciro Ferreira Gomes, 64, disputa neste ano sua 4ª eleição à Presidência da República com o desafio reprisado de se vender como alternativa à polarização entre Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Jair Bolsonaro (PL) e evitar a fuga de eleitores rumo a um possível “voto útil” para tentar eleger o petista no 1º turno.

Com a comunicação sob o comando do ex-marqueteiro do PT João Santana, Ciro tem defendido o voto “2 em 1” em suas redes sociais: “Você vota em um e se livra dos 2”, afirma, em tentativa de afastar eleitores da polarização entre Lula e Bolsonaro.

Até agora, no entanto, não bateu a marca dos 2 dígitos nas intenções de voto.

Comente esta notícia


GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Av. T-4, Ed. Buena Vista Office Design - 16° andar - 1613 Goiânia - GO

(62) 3988-7592

reportermt
g5
conexao