19 de Agosto de 2022
icon instagram icon facebook icon twitter icon youtube

12 de Julho de 2022, 14h:17 - A | A

PODERES / VEJA VÍDEO

Morte de dirigente do PT vira barraco na Câmara de Goiânia e vereador petista "soca" tribuna

Os vereadores Clécio Alves e Mauro Rubem bateram e a sessão precisou ser suspensa para acalmar os ânimos.

RAFAEL DE SOUSA
REDAÇÃO G5



Os vereadores Clécio Alves (Republicanos) e Mauro Rubem (PT) protagonizaram barraco, na manhã desta terça-feira (12), e a sessão plenária precisou ser suspensa para acalmar os ânimos.

Tudo começou quando o parlamentar petista subiu na tribuna para repudiar a morte do guarda civil Marcelo Arruda, membro da diretoria do PT de Foz do Iguaçu (PR), cometida pelo agente penitenciário federal Jorge José da Rocha Guaranho, que se diz bolsonarista, na noite desse sábado (09). Garanho também ficou ferido e está internado em estado grave.

>>> Clique aqui e receba notícias de Goiás na palma da sua mão

>>> Acesse este link e siga a notícia em tempo real no Instagram

No discurso, Mauro Rubem acusou o presidente Jair Bolsonaro (PL) e seus apoiadores de apertarem o gatilho, segundo ele, por incentivar atos de violência.

O vereador Clécio Alves, que presidia a sessão, rebateu o colega lembrando que Adélio Bispo, autor da facada em Bolsonaro, era ligado ao partido de esquerda Psol.

Mauro Rubem retornou à tribuna e atacou o partido de Clécio afirmando que o prefeito Rogério Cruz, do Republicano, é ladrão de alimentos e corrupto.

O presidente da sessão chamou o PT de corrupto e deu sequência a sessão solicitando a leitura do projeto de Mauro Rubem.

Ao abrir a tribuna para que o petista debatesse sua proposta, Mauro Rubem afirmou que Clécio foi do MDB e que este partido é corrupto. Revoltado, o republicano cortou o microfone, afirmando que ele só poderia falar sobre o projeto, deixando o petista revoltado.

Extremamente nervoso, Mauro socou a tribuna e devido aos ânimos exaltados, Clécio suspendeu a sessão por 10 minutos.

"O senhor não transformará isso em circo", disse Clécio.

Quando a sessão retornou, o presidente autorizou a fala de Mauro Rubem novamente.

O parlamentar declarou que Clécio foi justo porque o que mais acontece na Casa é o desvio de assunto.

Veja vídeo

Comente esta notícia


GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Av. T-4, Ed. Buena Vista Office Design - 16° andar - 1613 Goiânia - GO

(62) 3988-7592

reportermt
g5
conexao