19 de Agosto de 2022
icon instagram icon facebook icon twitter icon youtube

02 de Agosto de 2022, 19h:35 - A | A

PODERES / JOGO POLÍTICO

Lissauer desiste da corrida ao Senado após evento para demonstrar força política

A informação corre nos bastidores políticos em Goiânia. Assessoria do presidente da Alego não negou e informou que o político vai se manifestar nesta quarta-feira (03).

MÁRIO ANDREAZZA
REDAÇÃO G5



Presidente da Assembleia Legislativa, Lissauer Vieira (PSD), “parece” ter desistido de concorrer à cadeira do Senado no Congresso Federal nas eleições de outubro. A informação circula nos bastidores da política em Goiânia. O deputado, no entanto, confirma apenas que “irá se manifestar nesta quarta-feira (03).

A “suposta” desistência acontece um dia após Lissauer se reunir em um centro de eventos da Capital com 27 prefeitos de partidos como PSD, MDB, União Brasil, Solidariedade, PP e PDT. A intenção foi clara de demonstrar força e articulação política.

>>> Clique aqui e receba notícias de Goiás na palma da sua mão

>>> Acesse este link e siga a notícia em tempo real no Instagram

O encontro com as lideranças foi um movimento da Associação Goiana dos Municípios (AGM) e da Federação Goiana dos Municípios (FGM), por meio dos presidentes Carlão da Fox (PSD) e Haroldo Naves (MDB), como forma de reforçar a aliança com Lissauer.

Vale ressaltar que o presidente é defensor da “candidatura única” ao Senado, como reafirmou em entrevista ao G5News, quando avaliou que “candidaturas avulsas” não são saudáveis.

“Sou contrário mesmo que esteja autorizado [pelo TSE]. Como existe precedente, se não estou enganado, o estado do Pará já disputou com candidaturas avulsas, acho que isso não é saudável para a base do Governo [Caiado], não é saudável para o governador. Tendo muitas candidaturas no palanque, ele não poderá pegar na mão de um só e esses mesmos também não vão pegar na mão dele”, avaliou.

Leia mais

Lissauer sai na frente de adversários ao receber apoio de prefeitos que representam 1 milhão de habitantes

Lissauer: Candidaturas avulsas ao Senado não são saudáveis para base do governador

Zacharias Calil desiste do Senado para ser candidato à reeleição

Porém, o fato de Caiado ter comunicado a ele que não poderia segurar as candidaturas de Delegado Waldir (UB) e Alexandre Baldy (PP), concluindo que a base teria mais de um candidato a senador, a relação teria “estremecido”.

Apesar de o presidente negar à imprensa “divergências” com Caiado, dizer que “essas situações estão superadas” e ainda ressaltar que “não pode esquecer que tem uma história com o governador", ainda em julho, em sessão de entrega de título de cidadania em Itaberaí, Lissauer disse: "quem não tem gratidão não tem caráter. Não adianta reconhecer só com palavras, tem que reconhecer com atitudes com gestos”. Ainda acrescentou que não ia admitir que “atropelassem nosso projeto”.

O fato de Lissauer não ter comparecido ao evento de transferência da Capital à Cidade de Goiás, em 25 de julho, e ainda não enviar um representante foi lido como retaliação ao governador, uma vez que o comunicado de que a chapa teria mais de um candidato ao Senado aconteceu dias antes.

Como Lissauer deve se manifestar apenas nesta quarta-feira (03), possivelmente para anunciar sua desistência, ainda não há definição de qual caminho político deve seguir. Se uma candidatura a Federal ou reeleição a deputado estadual.

Comente esta notícia


GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Av. T-4, Ed. Buena Vista Office Design - 16° andar - 1613 Goiânia - GO

(62) 3988-7592

reportermt
g5
conexao