26 de Junho de 2022
icon facebook

GOIÂNIA

09 de Agosto de 2021, 16h:10 - A | A

PODERES / EM VULNERABILIDADE SOCIAL

Goiás lança programa de auxílio a mães; valor é de R$ 250 mensais

Mães de Goiás garante ajuda para famílias com filhos de 0 a 6 anos de idade

DA REDAÇÃO




O governador Ronaldo Caiado e a presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) e coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais (GPS), primeira-dama Gracinha Caiado, lançaram o programa Mães de Goiás, nesta segunda-feira (9). A iniciativa garante R$ 250 por mês às famílias em vulnerabilidade social.

A expectativa é atender a cerca de 100 mil goianas a partir de setembro de 2021. No total, o Tesouro estadual investirá mais de R$ 219 milhões, por meio do Fundo de Proteção Social do Estado de Goiás, o Protege Goiás. O auxílio será destinado a mulheres com filhos de 0 a 6 anos de idade. O programa visa a garantir segurança alimentar, fomentar renda e oferecer melhor qualidade de vida, bem como assegurar a permanência dos filhos na escola.

>>> Clique aqui e receba notícias de Goiás na palma da sua mão

>>> Acesse este link e siga a notícia em tempo real no Instagram

“Só uma mãe sabe a importância que é colocar um prato de comida para os filhos”, destacou Caiado, em seu pronunciamento durante ato realizado no Teatro Goiânia. “Essa nutrição é fundamental para as crianças, e não podemos cerceá-las deste direito. Cabe a nós, governantes, termos a responsabilidade de provê-las de condições dignas”, pontuou.

O governador, que também é médico, chamou a atenção para a faixa etária contemplada pelo novo programa de transferência de renda. “A primeira infância, entre 0 e 6 anos, é o momento de crescimento, principalmente cognitivo, conforme estudo de base internacional. Um déficit alimentar pode provocar sequelas eternas”, salientou.

Para a primeira-dama Gracinha Caiado, a iniciativa é uma vitória do Governo de Goiás, em parceria com os deputados da Assembleia Legislativa e a bancada federal, que abraçaram o projeto. 

As famílias contempladas terão direito ao novo benefício do Governo de Goiás por meio de um calendário progressivo, que incluirá todas as beneficiárias em até 10 meses. O programa utilizará a base de dados do Cadastro Único do Governo Federal (CadÚnico) e será realizado por meio de transferência de renda direta. O calendário será divulgado no site da Seds.

O programa

O Mães de Goiás surgiu a partir dos estudos e debates do Gabinete de Políticas Sociais (GPS) com as prefeituras do Estado. Ele integra os trabalhos do Programa Goiás Social, ação criada pelo governador Ronaldo Caiado para o enfrentamento às vulnerabilidades sociais nos municípios goianos. Contudo, não é apenas uma iniciativa de transferência de renda, mas sim um programa compensatório.

“Além de repassar R$ 250 para que essa mãe possa colocar o prato na mesa da criança para ela se alimentar, teremos também um amplo controle dos outros filhos e orientação à mãe”, afirmou Caiado. Desta forma, as beneficiárias devem participar dos cursos de capacitação e/ou de qualificação oferecidos pelo Governo de Goiás, comparecer, quando convidadas, às reuniões socioeducativas em parceria com as prefeituras e manter o cadastro atualizado junto ao Centro de Referência de Assistência Social (CRAS).

As mães devem ainda manter a atualização da carteira de vacinação dos menores de 10 anos, conforme calendário de vacinação obrigatória do Ministério da Saúde. No caso das gestantes, é preciso realizar todos os exames relativos ao pré-natal, bem como o acompanhamento nutricional e de saúde para crianças até o sexto mês de vida. O período de permanência no Mães de Goiás será de 12 meses, que poderá ser prorrogado até 36 meses, desde que cumpridos os compromissos assumidos pelas beneficiárias no ato de adesão.

Comente esta notícia


GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Av. T-4, Ed. Buena Vista Office Design - 16° andar - 1613 Goiânia - GO

(62) 3988-7592

reportermt
g5
conexao