07 de Agosto de 2022
icon instagram icon facebook icon twitter icon youtube

GOIÂNIA

08 de Junho de 2022, 08h:15 - A | A

PODERES / DINHEIRO PÚBLICO

Deputado quer fim de "cartão de crédito" pago pelo contribuinte para bancar políticos e servidores

A proposta, de autoria do deputado Alysson Lima (PSB), foi encaminhada à CCJ, e está sob relatoria do deputado Delegado Humberto Teófilo.

REDAÇÃO G5



O deputado Alysson Lima (PSB) protocolou na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) a propositura nº 10019/22, cujo objetivo é suspender o decreto nº 5.936, de 22 de abril de 2004, que institui cartão corporativo no Estado de Goiás.

Para justificar a matéria, o deputado apontou que o cartão corporativo tem o mesmo funcionamento de um cartão de crédito, só que é pago pelos cofres públicos. Assim, Lima considera que os ônus ao Estado resultante do uso do cartão, principalmente no atual momento de incertezas econômicas, corrobora para suspensão do benefício.

>>> Clique aqui e receba notícias de Goiás na palma da sua mão

>>> Acesse este link e siga a notícia em tempo real no Instagram

Num contexto de crise e dificuldades econômicas, afirma Alysson, é importante ponderar que o Cartão Corporativo onera demasiadamente o Governo Estadual. O legislador diz que há diversas outras necessidades básicas não satisfeitas para a população goiana nas áreas de saúde, educação, profissionalização dos jovens e adultos, saneamento básico, entre outras.

A matéria foi encaminhada à Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ), e está sob relatoria do deputado Delegado Humberto Teófilo (Patriota).

Comente esta notícia


GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Av. T-4, Ed. Buena Vista Office Design - 16° andar - 1613 Goiânia - GO

(62) 3988-7592

reportermt
g5
conexao