26 de Junho de 2022
icon facebook

GOIÂNIA

21 de Setembro de 2021, 14h:31 - A | A

NACIONAL/MUNDO / ACUSAÇÃO GRAVE

Suposto estuprador de crianças é executado a tiros e pedradas; populares "aplaudem"

O TEMPO




Um homem, de 52 anos, foi morto com pedradas e tiros em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte, no início da noite dessa segunda-feira (20). Ele vinha sendo acusado por uma mulher de praticar pedofilia. Nenhuma pessoa foi presa até o momento.

Segundo uma testemunha e amiga do homem, a vítima recebeu a ligação de uma mulher que o acusava de cometer abusos contra menores, e, nessa segunda, ela teria chamado a vítima para ir até o bairro São Caetano.

>>> Clique aqui e receba notícias de Goiás na palma da sua mão

>>> Acesse este link e siga a notícia em tempo real no Instagram

A testemunha contou aos policiais que a vítima estava com medo e, que, por isso, pediu que a amiga a acompanhasse. A mulher que presenciou o crime disse que tentou dissuadir o homem de ir até o local, mas, como este insistiu, ela o acompanhou até o bairro.

Chegando lá, cinco homens abordaram a vítima e começaram a agredi-lo com pedradas, enquanto pessoas ao redor gritavam: “Tem que matar, pedófilo tem que morrer.” A amiga do homem disse que ligou para o SAMU, mas um dos homens se aproximou da vítima e efetuou disparos contra a cabeça dela.

A testemunha contou que, depois de cometer o crime, um dos homens a levou até a casa dela e ameaçou que ela não contasse o caso para ninguém. Caso contrário, ela seria morta.

Equipes do SAMU estiveram no local e constataram o óbito da vítima. O telefone celular onde ela recebeu as ameaças foi apreendido, e as vidraças do carro dela estavam estilhaçadas. O caso foi encaminhado para a Delegacia de Plantão de Betim.

Fonte: O Tempo

Comente esta notícia


GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Av. T-4, Ed. Buena Vista Office Design - 16° andar - 1613 Goiânia - GO

(62) 3988-7592

reportermt
g5
conexao