07 de Agosto de 2022
icon instagram icon facebook icon twitter icon youtube

GOIÂNIA

27 de Julho de 2022, 09h:24 - A | A

NACIONAL/MUNDO / EM AGOSTO

Sem debates, Lula e Bolsonaro devem ir ao JN

As entrevistas individuais ao vivo com os pré-candidatos à Presidência serão realizadas pelo telejornal da “Globo” de 22 a 26 de agosto

PODER360



Apesar de não confirmarem presença nos debates de 1º turno entre pré-candidatos à Presidência da República, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o atual chefe do Executivo, Jair Bolsonaro (PL), devem participar da sabatina do Jornal Nacional, principal telejornal da TV Globo.

As entrevistas individuais ao vivo com os pré-candidatos serão realizadas de 22 a 26 de agosto. Além dos encontros no fim de agosto, também está marcado na emissora o debate entre pré-candidatos à Presidência, em 29 de setembro, 3 dias antes do 1º turno. Bolsonaro e Lula ainda não confirmaram presença.

>>> Clique aqui e receba notícias de Goiás na palma da sua mão

>>> Acesse este link e siga a notícia em tempo real no Instagram

Sem conseguir confirmar a ida dos 2 líderes nas pesquisas de intenção de voto para presidente, alguns veículos de mídia decidiram cancelar ou adiar seus debates. Na 3ª feira (26.jul.2022), a CNN Brasil cancelou o encontro marcado para 6 de agosto.

Decisão parecida foi tomada pela Jovem Pan. Sem o presidente e o petista no debate marcado para 9 de agosto, a emissora ficaria em um “voo cego”, afirmou Carlos Aros, diretor de Conteúdo da Jovem Pan News, ao site NaTelinha.

Já a Band, que realizaria seu debate em 14 de agosto, adiou o evento para 28 de agosto.

POOL DE EMISSORAS

Líder nas pesquisas, Lula pede a realização de 3 debates, com a união das emissoras e demais veículos interessados, chamado no jargão de mídia de “pool”. Em junho, a coligação do petista –formada por PT, PSB, PCdoB, Psol, Rede, PV e Solidariedade– enviou um ofício à Abert (Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão) e à ANJ (Associação Nacional de Jornais) defendendo o modelo. Leia a íntegra (80 KB) do texto.

BOLSONARO E LULA NO JN

Nas eleições de 2018, Bolsonaro participou da sabatina (relembre como foi) do Jornal Nacional, em 28 de agosto. À época, o candidato à Presidência pelo PSL mobilizou 1,36 milhão de publicações no Twitter.

Um dos principais temas mencionados pelos usuários foi a afirmação feita por Bolsonaro de que havia diferença nos salários de William Bonner e Renata Vasconcellos, apresentadores do telejornal.

“Com toda certeza há uma diferença salarial aqui. Parece que é muito maior para ele do que para a senhora”, afirmou Bolsonaro. A jornalista respondeu dizendo que nunca aceitaria receber um salário menor por função semelhante –no expediente do Jornal Nacional, Bonner aparece como editor-chefe e apresentador, e Vasconcellos, editora-executiva e apresentadora.

Durante o último pleito, as entrevistas na bancada do Jornal Nacional também fizeram a Rede Globo registrar 32 pontos de audiência na Grande São Paulo. De acordo com os dados da Kantar Ibope Media, o número representava 6,5 milhões de espectadores.

Em 2006, Lula participou da sabatina do JN, em 10 de agosto....

Em entrevista a Bonner e Fátima Bernardes no Palácio da Alvorada, o então candidato à reeleição defendeu seu governo das acusações de corrupção baseadas no escândalo do Mensalão.

Comente esta notícia


GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Av. T-4, Ed. Buena Vista Office Design - 16° andar - 1613 Goiânia - GO

(62) 3988-7592

reportermt
g5
conexao