27 de Junho de 2022
icon facebook

GOIÂNIA

12 de Outubro de 2021, 17h:17 - A | A

NACIONAL/MUNDO / 'SEM QUERER'

Motorista confessa ter atropelado e esmagado jovem de 18 anos

Ele ainda teria dito que foi agredido e atropelou a jovem "sem querer", enquanto tentava fugir do local

ND MAIS




O homem suspeito de ter atropelado e matado uma jovem de 18 anos no último domingo (10) em Itajaí confessou o crime, mas disse que foi “sem querer”, conforme o delegado Eduardo Ferraz.

Segundo o delegado, ele foi preso em flagrante e durante o depoimento afirmou que estava passando pelo local e parou quando viu a jovem. Em seguida, segundo o suspeito, ele e o namorado da vítima teriam iniciado uma discussão.

>>> Clique aqui e receba notícias de Goiás na palma da sua mão

>>> Acesse este link e siga a notícia em tempo real no Instagram

O homem não soube informar o causou a discussão, mas afirmou que foi agredido pelo namorado da jovem e entrou no carro para tentar fugir. Foi quando ele, “sem querer”, atropelou Vanessa Tamires de Oliveira Machowski, de 18 anos.

Ela foi prensada contra o caminhão do namorado, que estava estacionado. Eles estavam conversando na rua. A versão do suposto autor é diferente da contada pelo namorado da vítima à Polícia Militar.

Segundo o namorado, o homem parou com o carro ao lado da jovem e chamou ela de “gostosa”. O namorado saiu da cabine do caminhão para ver o que estava acontecendo, e ele e o suspeito teriam começado a discutir apenas verbalmente.

O motorista teria entrado novamente no carro e saído do local, dando uma volta na quadra e voltando, avançando com o carro contra a jovem.

Segundo os bombeiros, ela teve traumatismos na pelve, nos fêmures, cortes na pelve e suspeita de hemorragia interna. Ela foi levada para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento), mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

O motorista fugiu do local e foi encontrado depois pela PM, deitado na rua com alguns cortes no rosto. O carro estava na rua ao lado, em frente à casa dele, com amassados que indicavam a colisão. Ele foi preso em flagrante. Conforme a PM, ele tinha passagens policiais por injúria, difamação, lesão corporal dolosa contra mulher e perturbação do trabalho e sossego alheio.

O MPSC (Ministério Público de Santa Catarina) pediu a conversão da prisão dele para preventiva.

Comente esta notícia


GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Av. T-4, Ed. Buena Vista Office Design - 16° andar - 1613 Goiânia - GO

(62) 3988-7592

reportermt
g5
conexao