15 de Agosto de 2022
icon instagram icon facebook icon twitter icon youtube

GOIÂNIA

15 de Julho de 2022, 07h:10 - A | A

NACIONAL/MUNDO / CRIME BRUTAL

Filho de ex-presidente é assassinado a tiros na saída de boate

Said Lobo, de 23 anos, e outros três jovens foram mortos em Tegucigalpa, capital de Honduras

DA REDAÇÃO
BOL



Um filho do ex-presidente hondurenho Porfirio Lobo foi morto a tiros na madrugada desta quinta-feira (14) junto com outras três pessoas, quando saíam de uma boate em Tegucigalpa - informaram o ex-presidente e autoridades locais.

Desconhecidos fortemente armados "retiraram os jovens de dois carros" , incluindo Said Lobo, de 23 anos, todos assassinados, em um episódio que "foi praticamente como uma operação" , como as feitas pela polícia, relatou o ex-presidente à imprensa local.

>>> Clique aqui e receba notícias de Goiás na palma da sua mão

>>> Acesse este link e siga a notícia em tempo real no Instagram

O ministro da Segurança, Ramón Sabillón, manifestou suas "condolências às famílias, especialmente ao ex-presidente Lobo, e aos outros hondurenhos que perderam a vida" neste múltiplo homicídio.

De acordo com o boletim divulgado pelas autoridades policiais, os quatro jovens saíram em duas veículos do estacionamento subterrâneo de um edifício onde funciona a discoteca.

Em vídeos exibidos pelo canal de televisão HCH, vê-se o momento em que desconhecidos de rosto coberto interceptam um veículo preto na saída do estacionamento do prédio e deles descem com armas longas.

Quando o motorista de um dos veículos paga o estacionamento pela janela, os homens armados retiram ele e seu companheiro, colocam-nos contra a parede e apontam contra eles. Na imagem, não aparece o instante em que atiram.

Os corpos foram deixados no chão. Um dos agressores cai ferido e um comparsa ajuda-o para levá-lo embora.

O ex-presidente Lobo disse que um motorista de seu filho conseguiu atirar nos assaltantes.

"Nada aconteceu com meu outro filho [Luis], porque ele estava dirigindo em outro carro" , acrescentou.

Também morreu o sobrinho da mulher do general reformado Romeo Vásquez, que liderou o golpe contra o então presidente Manuel Zelaya, em 2009. Vásquez contou que os quatro jovens eram amigos que moravam no departamento de Olancho (leste) e foram para Tegucigalpa.

Os jovens chegaram à capital para assistir a um show na boate, segundo a imprensa local.

De acordo com o presidente do órgão não-governamental Comitê de Defesa dos Direitos Humanos em Honduras (Codeh), Hugo Maldonado, 111 pessoas perderam a vida em 20 massacres desde o início do ano no país.

O ex-presidente Lobo tem outro de seus filhos, Fabio, preso, condenado a 24 anos de prisão por tráfico de drogas nos Estados Unidos.

Sua esposa, Rosa Bonilla, também está presa em um presídio feminino perto de Tegucigalpa, condenada por corrupção quando serviu como a primeira-dama.

 

Comente esta notícia


GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Av. T-4, Ed. Buena Vista Office Design - 16° andar - 1613 Goiânia - GO

(62) 3988-7592

reportermt
g5
conexao