07 de Agosto de 2022
icon instagram icon facebook icon twitter icon youtube

GOIÂNIA

02 de Junho de 2022, 19h:35 - A | A

GERAL / VEJA VÍDEO

“Virou questão política para atacar o Gusttavo Lima”, defende irmão de Andressa Suita

Declaração de Alexandre Suita ocorreu durante p que se preparava para a gravação do "Cozinhar pra não surtar" ao lado do piloto Felipe.

RAFAEL DE SOUSA
REDAÇÃO G5



Irmão da modelo Andressa Suita, Alexandre Suita saiu em defesa do cunhado Gusttavo Lima durante gravação do programa "Cozinhar pra não surtar", no autódromo de Goiânia, na tarde desta quinta-feira (02).

Em um vídeo ao qual o G5News teve acesso, Alexandre aparece ao lado do piloto Felipe Giaffone afirmando que a questão envolvendo o embaixador, que virou alvo do MP devido ao preço dos cachês de shows vendidos a prefeituras, é política, uma referência ao apoio do artista ao presidente Jair Bolsonaro (PL).

“Com todas as indiferenças que tenho com Gusttavo não faz nenhum sentido o que estão fazendo com ele. Você faz seu produto e coloca o preço que quiser. O negócio é que virou tudo uma questão política. O rolê não é com ele”, declarou.

A fala de Alexandre Suita ocorre dois dias depois do cantor se pronunciar numa live sobre a cobrança de cachês milionários de prefeituras de cidades pequenas.

>>> Clique aqui e receba notícias de Goiás na palma da sua mão

>>> Acesse este link e siga a notícia em tempo real no Instagram

Leia mais

Gusttavo Lima desabafa sobre cachês milionários e insinua desistir da carreira

Prefeitura paga R$ 800 mil por show de Gusttavo Lima e MP abre investigação

Aos fãs, o embaixador insinuou que pode encerrar a carreira, caso, o que chama de perseguição da mídia, não cesse.

“Precisava, acima de tudo, desabafar com vocês e falar sobre todas essas perseguições que estou sofrendo na vida pessoal e profissional. De coração, estou cansado a ponto de jogar a toalha”, desabafou.

Ele virou alvo do Ministério Público após várias reportagens questionarem os valores pagos com dinheiro público a ele e outros artistas sertanejos.

“Estamos vivendo uma geração cruel, que vale tudo por mídia, por clique, tudo para vender uma matéria. Meu nome não tem ligação com dinheiro público, meu dinheiro vem da minha garganta. Se um dia fiz um show de prefeitura, como todos os artistas fazem, não é porque é prefeitura X ou Y que deixarei de cobrar o meu preço”, concluiu.

Veja vídeo

Comente esta notícia


GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Av. T-4, Ed. Buena Vista Office Design - 16° andar - 1613 Goiânia - GO

(62) 3988-7592

reportermt
g5
conexao