28 de Junho de 2022
icon facebook

GOIÂNIA

12 de Agosto de 2021, 12h:49 - A | A

GERAL / MORTE E APAGÃO

Subestação foi desligada para tentar salvar funcionário eletrocutado

Bombeiros fizeram procedimento de reanimação por mais de 30 minutos, mas vítima não resistiu e morreu ainda no local

GABRIELLA BRAGA
DA REDAÇÃO




Um funcionário da Enel morreu, nesta quinta-feira (12), na Subestação Atlântico, em Goiânia. Edivânio Aparecido Pereira, de 48 anos, fazia um procedimento de medição quando recebeu uma descarga elétrica. Toda a subestação foi desligada na tentativa de salvar a vítima. Por isso, diversos setores de Goiânia e Aparecida registraram queda de energia durante aproximadamente três horas.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e tentou reanimar Edivânio por mais de 30 minutos. Entretanto, o funcionário não resistiu e morreu ainda no local.

>>> Clique aqui e receba notícias de Goiás na palma da sua mão

>>> Acesse este link e siga a notícia em tempo real no Instagram

Em nota, a Enel informou que o homem trabalhava há quase 20 anos na empresa. "Todo o time da Enel Goiás está profundamente consternado e a empresa já está em contato com a famílias para prestar todo o apoio necessário. 100% das cargas da subestação já foram restabelecidas."

Leia mais: Queda de energia deixa Goiânia "no escuro", causa pane em semáforos e nó no trânsito

Os bairros atingidos pelo apagão em Goiânia foram o Setor Bueno, Bela Vista, Serrinha, Pedro Ludovico, Parque Amazônia, Nova Suíça e Jardim América. Em Aparecida, o Setor dos Afonsos e o Jardim Nova Era também apresentaram instabilidade.

O G5 News registrou imagens do cruzamento da T-63 com a T-4, no Setor Bueno, onde os semáforos ficaram inoperantes, o que ocasionou um grande congestionamento, principalmente no horário de pico. Agentes da Secretaria Municipal de Mobilidade (SMM) - antiga SMT - chegaram no local após duas horas.

Leia a nota na íntegra

"A Enel Distribuição Goiás lamenta profundamente a perda de Edivânio Aparecido Pereira, de 48 anos, colaborador da empresa há quase 20 anos. O acidente aconteceu na manhã desta quinta-feira, na Subestação Atlântico, enquanto ele realizava um procedimento de medição. Toda a subestação foi desligada na tentativa de salvar o colaborador. O Corpo de Bombeiros foi acionado e tentou, por mais de 30 minutos, reanima-lo, mas sem sucesso. Todo o time da Enel Goiás está profundamente consternado e a empresa já está em contato com a famílias para prestar todo o apoio necessário. 100% das cargas da subestação já foram restabelecidas."

Comente esta notícia


GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Av. T-4, Ed. Buena Vista Office Design - 16° andar - 1613 Goiânia - GO

(62) 3988-7592

reportermt
g5
conexao