30 de Junho de 2022
icon facebook

GOIÂNIA

07 de Julho de 2021, 17h:03 - A | A

GERAL / CASO COVAXIN

Senador manda prender ex-diretor do Ministério da Saúde durante sessão da CPI da covid

Ex-diretor do Ministério da Saúde foi exonerado do cargo em junho após denúncia de que teria solicitado acréscimo de US$ 1 por dose de vacina em contrato

G1




O presidente da CPI da Covid, senador Omar Aziz (PSD-AM), determinou nesta quarta-feira (7) a prisão do ex-diretor de Logística do Ministério da Saúde Roberto Dias.

Até a última atualização desta reportagem, Roberto Dias ainda estava na sala onde a CPI estava reunida.

>>> Clique aqui e receba notícias de Goiás na palma da sua mão

>>> Acesse este link e siga a notícia em tempo real no Instagram

Roberto Dias foi convocado a dar explicações sobre as acusações de que teria pedido propina de US$ 1 por dose de vacina em negociações e teria pressionado um servidor do ministério a agilizar a aquisição da Covaxin, vacina produzida na Índia. Dias nega as duas acusações.

Durante o depoimento, Aziz acusou Roberto Dias de ter mentido e ter omitido informações da comissão.

 "Chame a polícia do Senado. O senhor está detido pela presidência da CPI", afirmou Aziz a Roberto Dias.

A decisão de Aziz provocou reação da advogada de Roberto Dias. Ela afirmou que a prisão é um "absurdo" e que o ex-diretor deu "contribuições valiosíssimas" para a comissão.

Comente esta notícia


GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Av. T-4, Ed. Buena Vista Office Design - 16° andar - 1613 Goiânia - GO

(62) 3988-7592

reportermt
g5
conexao