19 de Agosto de 2022
icon instagram icon facebook icon twitter icon youtube

26 de Julho de 2022, 15h:35 - A | A

GERAL / MORTES NA CPP

OAB quer vistoriar celas em que detentos foram assassinados, mas direção "barra"

A Casa de Prisão Provisória afirma que a Polícia Civil realiza trabalhos na cena do crime o que inviabiliza, neste momento, a inspeção da Ordem dos Advogados do Brasil em Goiás.

RAFAEL DE SOUSA
REDAÇÃO G5



A Ordem dos Advogados do Brasil – seção Goiás (OAB-GO) – solicitou permissão para que membros das comissões de Direitos Humanos, de Direitos e Prerrogativas, de Segurança Pública e Política Criminal e Especial de Execução Penal da instituição façam uma vistoria nas dependências da Casa de Prisão Provisória (CPP), do Complexo Penitenciário Odenir Guimarães, em Aparecida de Goiânia, onde três presos foram encontrados mortos nesta terça-feira (26).

No entanto, o pedido foi inicialmente negado pela Diretoria-Geral de Administração Penitenciária do Estado, sob a alegação de que, no momento, a Polícia Civil está realizando o trabalho de perícia e investigação no local e, por isso, ficaria inviável a vistoria dos advogados.

>>> Clique aqui e receba notícias de Goiás na palma da sua mão

>>> Acesse este link e siga a notícia em tempo real no Instagram

Em nota, a instituição reputou como gravíssimas as mortes dos detentos Paulo César Pereira dos Santos, preso por roubo – artigo 157, Hyago Alves da Silva, acusado de homicídio – artigo 12, e Matheus Junior Costa de Oliveira, preso por homicídio – artigo 121.

No comunicado, a OAB ainda solicitar à “autoridade policial judiciária e a Diretoria Geral de Administração Penitenciária promovam apuração rápida e rigorosa das circunstâncias dessas mortes para que o Poder Judiciário puna exemplarmente os responsáveis”.

A ordem afirma ainda que irá instituir uma comissão de advogados para acompanhar as investigações, cobrar rapidez e contribuir na elucidação dos crimes.

O documento foi assinado pelo presidente da OAB-GO, Rafael Lara Martins, Larissa Junqueira Reis Bareato, presidente da CDH Alexandre Pimentel, presidente da Comissão de Direitos e Prerrogativas Tadeu Bastos Roriz e Silva, presidente da Comissão de Segurança Pública e Política Criminal Matheus Moreira Borges, Comissão Especial de Execução Penal.

Comente esta notícia


GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Av. T-4, Ed. Buena Vista Office Design - 16° andar - 1613 Goiânia - GO

(62) 3988-7592

reportermt
g5
conexao