19 de Agosto de 2022
icon instagram icon facebook icon twitter icon youtube

18 de Julho de 2022, 15h:42 - A | A

GERAL / CAIU DE PONTE

Motorista que morreu afogado preso em caminhonete era empresário em Goiânia

Márcio Rodrigues Santos era proprietário de uma autopeças em Goiânia e, segundo a família, viajava para comprar mercadorias e abastecer a loja

MÁRIO ANDREAZZA
REDAÇÃO G5



Márcio Rodrigues Santos, 53 anos, motorista que morreu preso às ferragens da Mitsubishi L-200 a 22 metros de profundidade no Rio Tocantins, em Minaçu (492 km da Capital), após veículo cair da ponte na tarde de sábado (16), era empresário em Goiânia e viajava para comprar mercadorias para sua loja de autopeças na Capital.

O acidente foi registrado nas proximidades da Usina Cana Brava, quando Márcio perdeu o controle da direção, bateu o veículo contra a grade de proteção e caiu no rio.

>>> Clique aqui e receba notícias de Goiás na palma da sua mão

>>> Acesse este link e siga a notícia em tempo real no Instagram

De acordo com a ocorrência, Márcio ficou “desaparecido” por cerca de 20 horas.

Por volta das 16h a guarnição se deslocou à região e deu início às buscas, quando localizaram a caminhonete, a cerca de 22 metros de profundidade, e o motorista preso dentro do veículo, porém, não foi possível fazer o resgate.

No dia seguinte, após cerca de 6 horas de trabalho, o Corpo de Bombeiros conseguiu retirar a caminhonete de dentro do rio e resgatar o corpo de Márcio.

Leia mais

Caminhonete cai de ponte e motorista morre preso às ferragens a 22 metros de profundidade

De acordo com as primeiras informações, segundo pescadores que testemunharam o acidente, Márcio trafegava em alta velocidade, sobre a ponte tentou forçar uma ultrapassagem e perdeu o controle da L-200, quando bateu a caminhonete contra a grade de proteção e o veículo caiu no rio, onde ficou submergido de sábado para o domingo.

Familiares relataram ao delegado que o empresário sempre viajava para buscar mercadorias, mas que o local do acidente não fazia parte do trajeto e não sabem explicar o porquê do desvio da rota.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, o caso segue em investigação e perícias estão sendo feitas no local para concluir as causas do acidente.

Comente esta notícia


GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Av. T-4, Ed. Buena Vista Office Design - 16° andar - 1613 Goiânia - GO

(62) 3988-7592

reportermt
g5
conexao