15 de Agosto de 2022
icon instagram icon facebook icon twitter icon youtube

GOIÂNIA

06 de Julho de 2022, 14h:20 - A | A

GERAL / HISTÓRICO COMPLICADO

Major dos bombeiros flagrado atirando em briga de rua é promovido a tenente-coronel e ganha medalha de honra

André Luiz Aquino foi afastado do comando do quartel de Niquelândia durante investigação e voltou após o inquérito da Polícia Civil concluir que ele agiu em legítima defesa.

REDAÇÃO G5



O ex-comandante do Corpo de Bombeiros de Niquelândia (308 km da Capital) André Luiz de Jesus Aquino, que tinha sido afastado do cargo depois de agredir e atirar contra pessoas numa briga de rua, foi promovido de major a tenente-coronel e recebeu uma medalha de "honra Dom Pedro II", na semana passada, três meses após o afastamento.

Em 28 de junho saiu no Diário Oficial a promoção de patente por "critério de antiguidade", o que é previsto em lei, segundo a corporação.

>>> Clique aqui e receba notícias de Goiás na palma da sua mão

>>> Acesse este link e siga a notícia em tempo real no Instagram

No dia seguinte, o nome dele aparece na lista de autoridades civis e militares homenageadas com a medalha da ordem do mérito Dom Pedro II, pelos relevantes serviços prestados à instituição.

Em nota, o Corpo de Bombeiros disse que o procedimento administrativo concluiu que não houve indisciplina e o militar continua atuando profissionalmente. Atualmente André Luiz é subcomandante da gestão estratégica da corporação, em Goiânia.

O oficial disse por telefone à TV Anhanguera diz que "está em paz com tudo que aconteceu", mas prefere não gravar entrevista.

Leia mais

Comandante do Corpo de Bombeiros pode estar envolvido em rixa: “queriam bater em nós de novo”

Comandante do Corpo de Bombeiro chuta cabeça de homem, atira durante briga e um fica ferido

Briga na rua

A confusão foi em uma rua de Niquelândia. O militar é o homem de camisa branca que dá socos e chutes em algumas pessoas, inclusive em um homem que já está no chão. Em seguida, André saca uma arma e atira em direção aos envolvidos na briga. Ninguém foi atingido. Em áudio, ele disse que "os menino" queriam bater nele e nos amigos.

"Uai, eu estava. Passei lá, aí os meninos 'quis' implicar com a gente. Veio para cima da gente para bater. Eu não entendi nada. Tirei a pistola e dei um tiro para cima. Os cara 'queria' bater na gente de novo", comentou o militar, que à época disse que passou pelo local porque tinha ido buscar umas amigas e acabou se envolvendo na briga.

A Polícia Civil abriu investigação e o caso foi encaminhado à Corregedoria dos Bombeiros. André Luiz foi afastado do comando da corporação em Niquelândia durante o período em que foi investigado pela Polícia Civil, em março deste ano, e voltou às atividades após o inquérito concluir que ele agiu em legítima defesa.

Situações anteriores

Em 2016, o oficial foi denunciado pelo Ministério Público de Goiás por emitir três atestados falsos em Niquelândia. De acordo com o site do Tribunal de Justiça, o processo foi suspenso após recurso da defesa. Em dezembro de 2021, ele se envolveu em outra briga durante a inauguração de um bar na mesma cidade.

 

 

Comente esta notícia


GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Av. T-4, Ed. Buena Vista Office Design - 16° andar - 1613 Goiânia - GO

(62) 3988-7592

reportermt
g5
conexao