11 de Agosto de 2022
icon instagram icon facebook icon twitter icon youtube

GOIÂNIA

20 de Junho de 2022, 17h:50 - A | A

GERAL / “ERRO GROTESCO”

Jair Ventura afirma que falhas na arbitragem que deram vitória ao Corinthians podem trazer “consequências graves” ao Goiás

Esmeraldino perdeu para o Corinthians por 1 a 0 devido ao pênalti polêmico. O técnico ainda ressaltou que o rival não teve atuação que fizesse merecer a vitória

MÁRIO ANDREAZZA
REDAÇÃO G5



Jair Ventura, treinador do Goiás, classificou como “erro grotesco” o pênalti marcado contra o esmeraldino no jogo contra o Corinthians, nesse domingo (19), pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Neo Química Arena, relatou as dificuldades de chegar para uma disputa com nove desfalques no time e ressaltou que a “falha na arbitragem” pode trazer graves consequências no decorrer do Brasileirão.

Acrescentou que o “Timão” venceu por erros da arbitragem, mas que não fez por merecer.

>>> Clique aqui e receba notícias de Goiás na palma da sua mão

>>> Acesse este link e siga a notícia em tempo real no Instagram

o Goiás perdeu do Corinthians por 1 a 0 devido a um pênalti polêmico, marcado por um suposto toque de mão de Caio Vinícius. No entanto, Salvio Espínola, da Central do Apito, disse que não daria a penalidade. O técnico Jair Ventura, após o jogo e ao analisar o lance, concordou com a avaliação e classificou a decisão de Braulio da Silva Machado (Fifa/SC) como "erro grotesco".

Ventura avalia que o Goiás deixou de ganhar, ao menos, um ponto, que poderia ser “muito valioso” ao final da competição, o que pode causar consequências graves no futuro do esmeraldino dentro do campeonato.

“Muitas equipes já deixaram de conquistar seus objetivos por um ponto. Esse ponto para o Goiás pode fazer muita falta. Pode ser determinante para o nosso ano e ninguém lá na frente vai lembrar desse erro grotesco”.

Além do pênalti marcado para o Corinthians, Jair questiona também uma penalidade não assinalada para o Goiás em cima de Pedro Raul no segundo tempo.

“Eu perco três, quatro jogos e sou mandado embora. O cara (árbitro) não vem aqui explicar quando erra. Vou falar de arbitragem, sim. Quando errarem, vão escutar. Todo mundo tem que ser cobrado. Foram dois erros que mudaram a história do jogo”, afirma o treinador.

O treinador ressaltou que chegou para partida com menos 9 jogadores a menos para enfrentar o Corinthians e que a sensação “é muito ruim”, já que o adversário não fez por merecer a vitória, mas ganhou por erros da arbitragem, que está claro para todo mundo.

"Duas infelicidades dele que foram determinantes. Meu goleiro não fez nenhuma defesa difícil. A torcida viu que teve o erro (arbitragem), que viemos com nove desfalques, que vamos tendo que nos reinventar. Não tem critério, critério é o que o juiz acha que tem que fazer. Para a gente, o Pedro Raul é puxado e você não vê nem ele indo ao VAR. Mas beleza, vamos embora. A gente fica com a sensação ruim, porque, com todo o respeito, eles [Corinthians] não fizeram para merecer a vitória. Por um erro de arbitragem, que está claro para todo mundo, o Goiás sai prejudicado hoje", disse Jair Ventura.

Apesar da derrota, o treinador enalteceu a postura do Goiás, que fez jogo equilibrado mesmo desfalcado, sobretudo na defesa.

Comente esta notícia


GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Av. T-4, Ed. Buena Vista Office Design - 16° andar - 1613 Goiânia - GO

(62) 3988-7592

reportermt
g5
conexao