19 de Agosto de 2022
icon instagram icon facebook icon twitter icon youtube

15 de Julho de 2022, 08h:17 - A | A

GERAL / EM INVESTIGAÇÃO

Incêndio do viaduto da T-63 pode ter começado no canteiro central

Segundo tenente do Corpo de Bombeiros, Heitor Braga de Paula, ainda não é possível afirmar se o incêndio foi causado por ação humana ou de forma espontânea

MÁRIO ANDREAZZA
REDAÇÃO G5



Incêndio que ‘destruiu’ o viaduto João Alves de Queiroz, no cruzamento das avenidas T-63 e 85, região do Setor Bueno, em Goiânia, que danificou a estrutura do elevado, teria começado na vegetação do jardim do círculo central do viaduto.

De acordo com o tenente do Corpo de Bombeiros Heitor Braga de Paula, câmeras de segurança do posto de combustíveis, que fica em frente ao viaduto, registrou o princípio das chamas na vegetação do círculo central do viaduto, que se alastrou e causou grandes danos à estrutura.

>>> Clique aqui e receba notícias de Goiás na palma da sua mão

>>> Acesse este link e siga a notícia em tempo real no Instagram

No entanto, segundo o militar, ainda não é possível afirmar se o incêndio foi causado por ação humana ou de forma espontânea, circunstâncias que seguem em investigação.

“Ainda não podemos dar a certeza se foi uma ação humana ou algo espontâneo, mas existe imagens que já começaram a circular, registradas por câmeras de segurança do posto de gasolina, que mostram um princípio de chamas no jardim do círculo central do viaduto, então, se presume que o incêndio iniciou nessa vegetação e se alastrou pelo viaduto”, explicou o tenente.

O militar ainda ressaltou a preocupação de que o fogo tenha comprometido as pilastras de sustentação e a estrutura metálica, o que será avaliado pela Defesa Civil, órgão que pode condenar o viaduto, acrescentando que a olho nu não é possível mensurar todo o dano.

"Nosso maior receio é em relação às colunas de sustentação da ponte, percebemos que as chamas causaram prejuízos no concreto e na base do viaduto. O acabamento foi muito comprometido e, a olho nu, não é possível avaliar todos os danos", disse o tenente.

A região foi interditada pela Secretaria Municipal de Trânsito, já que o local é de risco, para evitar possíveis acidentes. Os bombeiros militares e agentes da Defesa Civil seguem trabalhando nas análises e calculando os danos causados pelo fogo ao viaduto.

Leia mais

Viaduto no cruzamento da Avenida 85 com a T-63 é destruído pelo fogo; veja vídeo

Entenda o caso

De acordo com o Corpo de Bombeiros, às 5h15 as equipes foram acionadas para atender ocorrência de incêndio no viaduto. No local, se depararam com fogo no círculo central da estrutura e na trincheira, na base de uma das laterais da Avenida S-1.

Foi feito o trabalho de combate ao fogo, quando foi possível ver os danos causados nas colunas de sustentação e acabamento da ponte. Imediatamente foi feita a interdição da ponte e da trincheira, o que deixou o trânsito na região comprometido até a conclusão das avaliações de damos por parte da Defesa Civil, que não tem previsão de término.

Comente esta notícia


GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Av. T-4, Ed. Buena Vista Office Design - 16° andar - 1613 Goiânia - GO

(62) 3988-7592

reportermt
g5
conexao