27 de Junho de 2022
icon facebook

GOIÂNIA

19 de Outubro de 2021, 09h:45 - A | A

GERAL / QUEDA DE INTERNAÇÕES POR COVID-19

Governo se prepara para transformar hospitais de campanha em maternidade

Com redução do número de internações, estado promete ainda criar hospitais gerais

WELLYNGTON SOUZA
DA REDAÇÃO




O secretário de Estado de Saúde de Goiás, Ismael Alexandrino, afirmou na segunda-feira (18) que o governo se prepara para transformar hospitais de campanha em maternidade ou hospitais gerais. As unidades foram montadas para atender pacientes diagnosticados com a covid-19.

No entanto, em meio à queda no número de internação, o governo intensifica a desmobilização de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para outras demandas.

>>> Clique aqui e receba notícias de Goiás na palma da sua mão

>>> Acesse este link e siga a notícia em tempo real no Instagram

"Queremos diminuir [o número de leitos covid], até que não tenha necessidade de ter unidades específicas e que a doença passe a ser tratada como as demais, mas com necessidade de isolamento das pessoas contaminadas", afirmou em entrevista ao Metrópoles.

A rede estadual, incluindo as unidades conveniadas, tem 410 vagas de UTI Covid, mas 59% delas (242) estavam desocupadas na segunda. No caso de hospitais que já existiam antes da pandemia, as vagas de UTI deles voltarão a ser destinadas a internações gerais.

"A desmobilização gradativa já começou. A tendência agora é aumentar [a desmobilização] nos próximos meses", ressaltou. Desde o início de agosto, segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde de Goiás (SESGO), a taxa de ocupação de leitos de UTI Covid da rede pública estadual está em torno de 40%. Os números de mortes e de internação por complicações da doença têm apresentado queda, apesar de quase 60% da população ainda não ter sido vacinada.

Comente esta notícia


GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Av. T-4, Ed. Buena Vista Office Design - 16° andar - 1613 Goiânia - GO

(62) 3988-7592

reportermt
g5
conexao