19 de Agosto de 2022
icon instagram icon facebook icon twitter icon youtube

13 de Julho de 2022, 19h:18 - A | A

GERAL / VEJA VÍDEO

Goiano briga em voo para os EUA, agride aeromoça e é preso

Marcos Aurélio deixou Goiânia no último domingo (10), embarcou em São Paulo para Nova York, porém, o avião pousou em Porto Rico, após a confusão, onde o goiano segue preso

REDAÇÃO G5



O goiano Marcos Aurélio Lima de Carvalho, 29 anos, que passou cerca de 30 dias em Goiânia visitando a família, agrediu aeromoça durante voo da companhia Delta Air Lines, com destino a Nova York, foi preso em Porto Rico e a mãe “goiana”, Isabel Lima da Silva, pede ajuda para conseguir ter informações sobre a situação do filho.

De acordo com a ocorrência, Marcos, que mora há 12 anos em Toronto, no Canadá, deixou Goiânia no domingo (10), quando embarcou ara São Paulo, onde embarcou em outro voo, no Aeroporto de Guarulhos, com destino a Nova York, escala para o voo para casa.

>>> Clique aqui e receba notícias de Goiás na palma da sua mão

>>> Acesse este link e siga a notícia em tempo real no Instagram

No entanto, segundo a Delta Air Lines, o “brasileiro” teria iniciado uma briga na madrugada, agrediu uma comissária. Marcos foi imobilizado e, pelos alto-falantes, o comandante do voo 472 anunciou que faria um pouso não programado por causa do ocorrido.

O pouso foi feito em San Juan, Porto Rico. Vídeo mostra quando Marcos é retirado do avião e, depois, o voo continuou para o destino final, nos EUA.

Leia mais

Empresário goiano é acusado de "vender notas fiscais", vira alvo de buscas e tem bens bloqueados

Ministra do STF impõe sigilo sobre processo que investiga pastor goiano por corrupção no MEC

"A Delta tem tolerância zero para comportamentos inadequados em nossos aeroportos e aeronaves, já que nada é mais importante que a segurança de nossos clientes e pessoal", frisou a companhia, em nota.

No entanto, não informou as causas e circunstâncias do desentendimento do “goiano” com a comissária. Desde então, ele segue preso.

Isabel afirma que o filho está preso em Porto Rico, mas não sabe como ele está e nem o que fazer para conseguir libertá-lo. O Ministério das Relações Exteriores disse que o Consulado-Geral em Miami (EUA) acompanha a situação e está dando a assistência necessária a Marcos, mas não entrou em detalhes sobre o caso.

“Ele não chegou em Nova York e eu fiquei preocupada. Só na terça-feira [13] que ele conseguiu me ligar e disse muito rápido que tinha brigado no avião, empurrado uma comissária, mas não disse o motivo. Foi uma ligação muito rápida”, contou Isabel. (Com informações do G1).

Veja o vídeo da prisão no avião

Comente esta notícia


GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Av. T-4, Ed. Buena Vista Office Design - 16° andar - 1613 Goiânia - GO

(62) 3988-7592

reportermt
g5
conexao