15 de Agosto de 2022
icon instagram icon facebook icon twitter icon youtube

GOIÂNIA

14 de Junho de 2022, 16h:46 - A | A

GERAL / CASO DE POLÍCIA

Cantora goiana denuncia empresário por calote, tortura e ameaça de morte

O advogado Murilo Vinhal, que representa o empresário, nega as acusações da cantora e pontua que a relação estabelecida entre William e Adna possui cunho “meramente profissional e inerente a carreira artística”.

MÁRIO ANDREAZZA
REDAÇÃO G5



A cantora goiana Adna Vanessa, 25 anos, registrou boletim de ocorrência contra o ex-empresário, William Pimenta, e denúncia “quebra de contrato”, feito entre as partes, porém, sem registrar em cartório, tortura psicológica e ameaça de morte.

De acordo com Adna, até o fim do ano passado (2021), ela fazia shows em sua cidade, Carmo do Rio Verde, onde teria conhecido o empresário e recebido a proposta para se mudar para Goiânia, que ele (William) cuidaria da carreira dela como cantora. A proposta de trabalho incluía lugar para morar e um “salário” pago mensalmente.

>>> Clique aqui e receba notícias de Goiás na palma da sua mão

>>> Acesse este link e siga a notícia em tempo real no Instagram

Adna aceitou, se mudou para a Capital e o local para morar acabou sendo a casa do empresário. Ela começou a trabalhar, nos primeiros meses estaria recebendo, porém, nos últimos, William estaria deixando de cumprir com os pagamentos, o que teria gerado os conflitos entre os dois.

“A briga acontecia porque eu já estava batendo de frente. Eu falava: eu quero receber, estou sem salário tem dois meses, você me prometeu um salário, eu tenho minhas contas, as pessoas estão me cobrando”, disse Adna.

Ainda morando na casa do empresário, Adna relata episódios de discussão e brigas pelas cobranças que fazia a William por trabalhar sem receber. Episódios que aponta, nas denúncias, ter sofrido injúria e tortura psicológica.

A cantora deixou a casa de William na última semana e, para piorar a situação, diz que está sendo perseguida e sofrendo ameaças de morte, por isso, denunciou o caso à Polícia Civil.

Adna chegou a pedir medida protetiva em desfavor de William, mas a juíza Jordana Brandão Alvarenga Pinheiro, da Comarca de Aparecida de Goiânia, se declarou incompetente para analisar o pedido e argumentou que os fatos declarados demonstram que a ocorrência não comprova risco pelo fato de a requerente se tratar do sexo feminino, além de a relação especificada no processo ser “meramente profissional”, o que não aponta crime contra a mulher.

Com a resposta, o caso foi encaminhado à Justiça Comum Criminal, também da Comarca de Aparecida, e até a última atualização desta reportagem, não teve deliberações.

Leia mais

Maiara e Maraísa estão proibidas de usarem marca "As Patroas"

Cantora sertaneja é atropelada por carro e morre em calçada

O advogado Murilo Vinhal, que representa o empresário, nega as acusações da cantora e pontua que a relação estabelecida entre William e Adna possui cunho “meramente profissional e inerente a carreira artística”.

“É preciso asseverar que as alegações não condizem com a realidade, apesar da Sra. Adna ter realizado suposto registro de ocorrência criminal em desfavor do senhor William, nenhuma das acusações seguiram em frente”, escreveu a defesa.

Veja a nota da defesa do empresário

"William Rafael Jose Pimenta, empresário, vem a público prestar esclarecimentos acerca das alegações realizadas pela senhora Adna Vanessa.

A princípio é preciso asseverar que as alegações não condizem com a realidade, apesar da Sra. Adna ter realizado suposto registro de ocorrência criminal em desfavor do senhor William, nenhuma das acusações seguiram em frente. Mencionamos que a Juíza que analisou o caso asseverou que não há evidências de qualquer perseguição tampouco de qualquer crime envolvendo a Lei Maria da Penha. A relação estabelecida entre Adna e o William possui cunho meramente profissional inerente à carreira artística.

Por fim, esclarecemos que as acusações de perseguição, de ameaça e de ofensas não são procedentes, a sra. Adna tão somente passa por um dissabor inerente à própria atividade empresarial e comercial, e infelizmente tenta se valer de falsas acusações para alcançar desejos pessoais não satisfeitos no âmbito profissional."

Comente esta notícia


GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Av. T-4, Ed. Buena Vista Office Design - 16° andar - 1613 Goiânia - GO

(62) 3988-7592

reportermt
g5
conexao