26 de Junho de 2022
icon facebook

GOIÂNIA

06 de Outubro de 2021, 17h:09 - A | A

GERAL / EM GOIÂNIA

Biometria facial começa a valer para estudantes com passe livre

Objetivo é evitar que outras pessoas usem o benefício; em caso de uso irregular, cartão pode ser bloqueado

DA REDAÇÃO




O uso da biometria facial para estudantes beneficiados com o Passe Livre Estudantil (PLE) no transporte público da Grande Goiânia começou a funcionar nesta terça-feira (5).

Segundo a RedeMob Consórcio, o registro será feito automaticamente em ônibus, terminais e estações. O objetivo é garantir que apenas o titular utilize o benefício. Ao todo, são quase 60 mil alunos cadastrados.

>>> Clique aqui e receba notícias de Goiás na palma da sua mão

>>> Acesse este link e siga a notícia em tempo real no Instagram

A câmera que capta a biometria facial é de alta resolução. Com a imagem do usuário no momento da validação do cartão, o sistema a compara com a foto que foi armazenada no cadastro. Caso não coincidam, o cartão é bloqueado automaticamente.

Desde janeiro, quando foi implementada a biometria facial para idosos e deficientes, já foram bloqueados 20 mil cartões por uso indevido.

Primeiro, o cartão é bloqueado por 30 dias. Caso ocorra a mesma situação, por mais 60 dias e, em seguida, por 90 dias. Se for constatado o uso irregular constantemente, o usuário pode perder o benefício.

O passe livre atende estudantes dos municípios de Abadia de Goiás, Anápolis, Aparecida de Goiânia, Aragoiânia, Bela Vista de Goiás, Bonfinópolis, Brazabrantes, Caldazinha, Goianápolis, Goiânia, Goianira, Guapó, Hidrolândia, Nerópolis, Nova Veneza, Santo Antônio de Goiás, Senador Canedo, Terezópolis de Goiás e Trindade.

Comente esta notícia


GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Av. T-4, Ed. Buena Vista Office Design - 16° andar - 1613 Goiânia - GO

(62) 3988-7592

reportermt
g5
conexao